Pgina Inicial  
revistas artigos autores noticias  
Página Inicial
Direcção e Redacção
Conselho de Redacção
Estatuto Editorial
Condições de assinatura para 2014 e 2015
Edições noutros países
Livrarias onde Adquirir
Publicações Communio
Nota Histórica
Ligações
Contactos
Pesquisa
Tema da Revista
Titulo do Artigo
Autor
Ano XIV • 1997-06-30 • nº 3 • Maio/Junho
Jesus Cristo Redentor
 
palavra-chave
 
   

artigos
Testemunho cristão no limiar do ano 2000 • pág 197
Jaschke, Hans-Jochen
Jesus Cristo hoje • pág 202
Ratzinger, Joseph
Conhecer o “Jesus da história” • pág 219
Kereszty, Roch
Ao encontro de Cristo pelos caminhos da Teologia • pág 234
Ambrosio, Juan Francisco
O filme “Ondas de Paixão” à luz do sofrimento redentor de Jesus Cristo • pág 246
Stilwell, Peter
Centrar o universo em Cristo no tempo de Galileu • pág 252
Dupuy, Michel
Cristo na poesia d’O Doutor Jivago • pág 258
Cazzago, Aldino
Preparação e renovação do baptismo • pág 269
Emeis, Dieter
Poemas • pág 282
Cinatti, Ruy
Andresen, Sophia de Mello Breyner
Cristo na minha vida. Depoimento • pág 284
Gama, Margarida Telo da
A bondade de Jesus. Depoimento • pág 285
Orey, José Luiz A. d'


apresentação

PETER STILWELL – TERESA MONTEIRO FERNANDES


Com o presente número, intitulado “Jesus Cristo Redentor”, quis a COMMUNIO testemunhar a sua adesão ao apelo dirigido pelo Santo Padre, João Paulo II, ao episcopado, ao clero e aos fiéis da Igreja Católica para que preparássemos condignamente o Grande Jubileu do ano 2000 (veja-se o artigo “Testemunho cristão no limiar do ano 2000”, de Hans-Jochen Jaschke, incluído neste número). Publicaremos por isso, nos próximos dois anos, também números dedicados ao Espírito Santo e a Deus Pai.
Na passagem do segundo milénio da encarnação do Verbo, “a Igreja rejubila pela salvação” que daí nos veio (Tertio millenio adveniente, 16). Em plena época de retorno ao religioso, e de apelos ao respeito e à tolerância, perante o fervilhar de propostas de diálogo entre tradições religiosas diferentes, o Santo Padre reafirma a convicção da Igreja de que “Cristo é o cumprimento da aspiração de todas as religiões do mundo, constituindo por isso mesmo o seu único e definitivo ponto de chegada” (6). Para a Tradição cristã, “Cristo, Redentor do mundo, é o único Mediador entre Deus e os homens e não há outro nome debaixo do céu pelo qual possamos ser salvos (cf. Act 4,12)” (4). N’Ele se opera uma alteração qualitativa no fenómeno religioso: “A religião deixa de ser uma procura de Deus, como que tacteando (cf. Act 17, 27), para se tornar resposta de fé a Deus que Se revela” (6), pois, em Jesus, “Deus não só fala ao homem, mas procura¬o”; e essa busca “nasce no íntimo de Deus e tem o seu ponto culminante na Encarnação” (7). Sobre os desafios que estes princípios da fé levantam à teologia, veja-se o artigo de Juan Francisco Ambrósio sobre a “cristologia do encontro” no pensamento de O. González de Cardedal.
O carácter eminentemente histórico e pessoal da revelação e salvação cristãs coloca questões sérias à cultura contemporânea, avessa a pensar a singularidade do sujeito, como nos mostram o Cardeal Ratzinger, em “Jesus Cristo hoje”, e R. Kereszty, em “Conhecer o ‘Jesus da história’ ”. Um artigo sobre “O filme Ondas de Paixão à luz do sofrimento redentor de Jesus Cristo” interroga, mais especificamente, o modo como se aborda o conceito de Redenção. Michel Dupuy, em “Centrar o universo em Cristo no tempo de Galileu”, lembra como a espiritualidade cristocêntrica de Bérulle — precursor influente de S. Francisco de Sales — foi proposta, a contracorrente, precisamente na altura em que a revolução na cosmologia dominante, inaugurada por Copérnico, deslocava a Humanidade e o planeta Terra para longe do centro físico do Universo. Por outro lado, numa incursão pela literatura, A. Cazzago investiga a “atmosfera” cristã que Boris Pasternak pretendeu incutir na sua obra O Doutor Jivago, e que se manifesta, de forma particular, na imagem de Jesus Cristo evocada nas poesias finais.
Três poemas — um de Sophia de Mello Breyner Andresen e dois do poeta Ruy Cinatti — inauguram os testemunhos. Acompanham-nos os depoimentos de Maria Margarida Telo da Gama e de José Luiz Albuquerque d’Orey assinante e apoiante de longa data da revista COMMUNIO.
Por fim, como a preparação para o Jubileu prevê para este ano também a “redescoberta do baptismo” (41), quisemos inserir um artigo de reflexão pastoral nesse sentido da autoria de Dieter Emeis.

 
  KEOPS multimedia - 2006